Audiências de custódia: percepções morais sobre violência policial e quem é vítima

Código: 978-65-86025-54-5 Marca:
3x de R$ 18,30
R$ 54,90
ou R$ 51,06 via Pix
Comprar Disponibilidade: Imediata Estoque: 11 unidades
    • 1x de R$ 54,90 sem juros
    • 2x de R$ 27,45 sem juros
    • 3x de R$ 18,30 sem juros
  • R$ 51,06 Pix
  • R$ 54,90 Boleto Bancário
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Na capital paulista, uma pessoa presa em flagrante deve ser levada, em até 24 horas, a uma audiência de custódia, em que o juiz decidirá se ela deve permanecer presa ou se terá direito à liberdade provisória. Uma das justificativas centrais para a implementação dessas audiências foi a necessidade de apuração da violência policial no momento da prisão.

A partir de uma pesquisa etnográfica que acompanhou 692 pessoas, este livro propõe uma reflexão sobre as percepções morais dos profissionais do sistema de justiça criminal a respeito de possíveis maus tratos policiais. A autora busca mostrar a ideia sobre como se constrói o conceito de uma vítima de violência policial, para o Poder Judiciário paulista.

Afinal, o que define uma vítima?

Autora: Ana Luíza Villela de Viana Bandeira

Produtos relacionados

3x de R$ 18,30
R$ 54,90
ou R$ 51,06 via Pix
Comprar Disponibilidade: Imediata Estoque: 11 unidades
Pague com
  • Pix
  • Pagar.me V2
Selos
  • Site Seguro

LETRAMENTO EDITORA E LIVRARIA LTDA - CNPJ: 19.916.663/0001-89 © Todos os direitos reservados. 2022


Para continuar, informe seu e-mail